4 de março de 2012

"Overself"

Overthing, overeaction, over and over again.
I can't leave without the over.
I just work if it was harder,
I just love with that kind of obssession,
I just sleep if my body is dead,
I just make the change if the others doors are closed,
I just move cause i have a hurrucane inside my head.
Don't ever expect something for me without extreme things.

3 de março de 2012

Eu gostaria

Gostaria de saber a real intenção por de trás das suas secas palavras
Gostaria de olhar te nos olhos pra saber o que sentes
Gostaria de tocar-te só pra sentir o palpitar de seu coração
Gostaria de ter teu corpo de volta na minha cama
Gostaria de abraçar-te por trás pra conseguir fixar teu cheiro em mim
Mas ao mesmo tempo, gostaria nunca ter desejado você da primeira vez.

23 de setembro de 2011

Night.

Um segundo após o outro, mas um dia se vai
E novamente vem a noite me maltratar
Só de olhar o sorriso ironico da lua
E o balanço das estrelas
Sinto a carne vibrar.
Os olhos já começam brilhar
É hora de aliviar.

16 de junho de 2011

Ser protagonista e platéia da própria vida ?

Torcer pra que a mocinha e mocinho fiquem juntos no final
É o único desejo da platéia,
Claro que esse não é o caso.

A vilã e a mocinha são a mesma atriz
Enquanto uma entra em cena a outra assiste.
E a história se trona contraditória,
O que uma faz a outra desfaz.

O vício bipolar da artista é incontrolável
Quando se pensa que ela tomou uma posição
Ela aparece blefando

7 de junho de 2011

Falling again

A vergonha já me consome.
O mesmo erro foi cometido!
Tudo o que não queria voltar a sentir,
Revira a minha vida,
Se torna parte das minhas entranhas.
O estrago está feito.
A dor é latente
E o sorriso ?
Continua aparente.

17 de janeiro de 2011

Rascunho de resposta

As lágrimas levam consigo toda a dor
Confortando todo o meu medo
Me deixando aliviada por alguns poucos instantes
Clareando meu caminho
Ascendendo todo vigor que se esquivava de mim dentro de mim
And now ? Now, now I can see, but I can't say.

Sem resposta .

Como um dominó sinto que estou desvairando minha mente aos poucos
Um passo atrás do outro, um degrau abaixo do outro
Descendo ...
Talvez quando eu finalmente chegar
Colocar os pés no fim
Eu consiga encontrar a solução pra isso.
Ou quem sabe eu cave mais!
Mas nada me convence que a raiz desse veneno não seja eu.
Me corroo aos poucos
Só pra tornar essa situação mais dolorosa possível.